O Potencial da Agricultura Familiar no Brasil

O Potencial da Agricultura Familiar no Brasil
Publicado em: AGRICULTURA FAMILIAR AGRONEGÓCIO AGROPECUÁRIA

Algumas pessoas ainda confundem as modalidades da produção rural no Brasil. Contudo, é importante saber a diferença entre agronegócio e agricultura familiar, por exemplo.

A agricultura familiar é a atividade rural praticada em pequenas áreas. Ou seja, até quatro módulos fiscais. Nela, a mão de obra e a gestão da fazenda, geralmente, são feitas pela própria família. Portanto, as famílias que vivem desse modo têm como principal fonte de renda a produção de lavouras ou criação de animais. Como, por exemplo, plantações de hortas e criação de animais de médio porte. Como, porcos, galinhas, ovelhas e cabras.

A Relação do Agricultor Familiar com a Terra

Agricultores

Em comparação com os demais produtores agrícolas, o agricultor familiar tem uma relação mais íntima com a terra. Afinal, a fazenda não é apenas um local de trabalho, mas também sua moradia.

Por isso, há uma questão cultural muito forte na agricultura familiar . Por ser uma atividade em pequena escala, o produtor familiar junta as técnicas que aprende ao longo tempo com a cultura local de produção. Além disso, é comum que esse tipo de produção rural seja mais forte em pequenas cidade do interior.

Economia na Agricultura Familiar

É comum que a agricultura familiar seja feita com policultura. Em resumo, isso significa que uma fazenda familiar irá sempre optar por cultivar vários tipo de plantas e vegetais e criar mais de uma espécie de animal.

Os produtos mais comuns na agricultura familiar são:

  • milho;
  • café;
  • mandioca;
  • feijão;
  • arroz;
  • trigo;
  • leite;
  • carne suína, carne bovina e de aves.

No Brasil, quase 85% dos fazendas pertencem a grupos familiares. Portanto, são cerca de 4,4 milhões de fazendas, sendo a Região Nordeste responsável por 1/3 de toda a produção. No entanto, estudos apontam que a agricultura familiar:

  • é base econômica de 90% das cidades com até 20 mil habitantes;
  • responde por 35% do PIB;
  • absorve 40% da população em idade de emprego do país.

Nesse contexto, as principais produções da agricultura familiar em números, são:

  • 87% da mandioca;
  • 70% do feijão;
  • 46% do milho;
  • 30% do café;
  • 34% do arroz;
  • 21% do trigo;
  • 60% da produção de leite; 
  • 59% do rebanho suíno;
  • 50% das aves;
  • 30% dos bovinos.

Agricultura Familiar Sustentável

Muito se fala em como a agricultura familiar é sustentável. Ou seja, é reconhecida por práticas tradicionais de cultivo, com baixo impacto ambiental. Contudo, esse tipo de produção rural enfrenta alguns obstáculos.

A principal barreira do agricultor familiar é o potencial competitivo. Pois, o agronegócio consegue produzir com menos custos e mais escala. Para isso, usa técnicas e máquinas avançadas para aumentar o total produzido e acelerar o processo. Por, muitas vezes não contar com todo o equipamento disponível para produzir mais, o produtor familiar precisa pensar em formas de fazer uma gestão eficaz da fazenda.

Gestão Para Pequenas Fazendas

Gestão de Fazendas Pequenas

Atualmente, há estudos apontando que 56% dos 4,4 milhões das fazendas do Brasil não sabem administrar o patrimônio. Do mesmo modo, não aplicam nem monitoram a tecnologia.

Contudo, sabemos que para administrar bem uma fazenda, não é necessário apenas dinheiro. Em primeiro lugar, é essencial saber direcionar a produção. Um exemplo é pensar no perfil do consumidor. Afinal, pequenas mudanças, quando bem aplicadas podem ser boas mudanças.

A importância de gerenciar a fazenda com sabedoria é muito grande. Afinal, a renda familiar e moradia estão ligadas à produção. Então, o agricultor familiar que pensa a gestão, pensa a sobrevivência e estabilidade da família.

Pequenas Fazendas e Tecnologia

Hoje, para ter uma fazenda competitiva, o pequeno produtor deve se especializar. Além disso, é importante se se moldar às novas demandas do mercado. Pois, é possível se reestruturar com os mesmos recursos dando o primeiro passo. Se você deseja especializar sua gestão e é um pequeno pecuaristas, recomendamos o curso grátis de gestão pecuária da Fertili.

Em suma, é importante refletir sobre como usar a terra de forma mais produtiva. Uma boa opção para isso é apostar na gestão da terra, uso de tecnologia de melhoramento genético e controle do rebanho.

Nesse contexto, o investimento em tecnologia não se trata apenas de grandes maquinários. Mas também, aos avanços científicos  que já dão bons resultados.