Cavalo De Trabalho: O que Saber Antes de Comprar

Cavalo De Trabalho: O que Saber Antes de Comprar
Publicado em: CAVALO EQUINOCULTURA EQUINOS FAZENDA

Hoje vamos falar do cavalo de trabalho. Ou seja, o equino mais apropriado para a lida diária na pecuária de corte. Afinal, os cavalos de lida precisam ter algumas características específicas. Portanto, não devemos confundir o cavalo de trabalho com os equinos de tração e cavalo de esporte.

Como Um Cavalo de Trabalho Deve Ser?

Cavalo para lida com gado de corte

Um cavalo de trabalho precisa ser bom para o serviço. Ou sela, devem ser fortes, dóceis e acostumados a lidar com os bovinos.

Os cavalos de lida são caracterizados por sua agilidade, rapidez e por terem a parte traseira do corpo desenvolvida e reforçada. Além disso, são cavalos inteligentes e que conseguem ter respostas instintivas ao movimento do gado. De modo geral, os equinos para lida com gado são animais capazes de guiar um rebanho. Com pouco ou nenhum auxílio dos cavaleiros que os montam.

Cuidados Na Hora Da Escolha Do Cavalo De Trabalho

Cavalo de lida

O pecuarista que deseja adquirir um cavalo para trabalho na fazenda de corte deve, como primeiro passo, decidir o objetivo: sela ou tração? A priori, o cavalo de trabalho que irá lidar com o gado deve ser um bom animal de sela. Por outro lado, o que irá trabalhar com carroça ou arado tem que ter a força de um animal de tração.

Nesse sentido, a Fertili te auxilia a encontrar as raças certas para a sua fazenda. Com um clique, nós conectamos você ao mercado de equinos. Por meio dele, você poderá encontrar cavalos de várias raças e escolher a melhor para a sua fazenda.

Cavalos de Trabalho Para Sela

Se o objetivo da sua fazenda for um serviço que exige um bom cavalo de sela, o cavalo certo deverá contar com as seguintes características:

  • Ser mediolíneo (relação entre o comprimento do corpo do ombro até a nádega e a altura de cernelha). Isso facilita a transmissão das forças de propulsão no cavalo;
  • Ter um bom arqueamento de costelas. Não sendo muito fino e nem muito largo. Desta forma, as pernas do cavaleiro se fixarão de maneira adequada no animal;
  • Ter uma boa condição cardiorrespiratória. Afinal, a caixa torácica o abrigo do coração e dos pulmões;
  • Ser mais esguio. É bom que os ossos sejam finos e os tendões bem demarcados com as articulações descarnadas;
  • Ter pele mais fina. Pois, isso facilita a transmissão dos comandos de perna do cavaleiro e a troca de calor com o ambiente;
  • Ter as regiões zootécnicas bem definidas em relação à forma, tamanho e proporções, dando-lhe a liberdade de movimento necessária.

Cavalos Para Trabalho De Tração

Agora, vamos pensar em uma fazenda que tem o serviço de tração como objetivo. Nesses casos, o cavalo de trabalho certo deverá:

  • Ser mais curto. Ou seja, breviolíneo;
  • Possuir ossos robustos, com tendões e articulações menos perceptíveis;
  • Ter os membros mais curtos e, consequentemente, o vazio subersternal de menor tamanho;
  • Ter uma pele mais grossa.

Atenção: não sobrecarregue o seu animal. Portanto, não exija que o cavalo puxe um peso prejudicial para a saúde. Lembre-se sempre de cuidar do animal que auxilia no seu dia-a-dia.

Cavalos Para Os Dois Objetivos

Existem características que precisam estar presentes em qualquer cavalo e para qualquer tipo de serviço. São elas:

  • Ser de boa índole;
  • Ter boas angulações e um bom equilíbrio entre os membros e o solo;
  • Ter um bom temperamento do animal (reação do indivíduo a estímulos externos). Esta característica tem um caráter hereditário e pode ser: sanguíneo, muito reativo; linfático, pouco reativo e ativo, intermediário.

A Saúde Dos Cavalos Da Fazenda

Tendo definido o objetivo, o próximo passo a se observar antes de escolher o animal é o estado de saúde. Pois, um animal doente não terá condições de realizar um trabalho que exige esforço. Por isso, levar um técnico é na hora de efetuar a compra é uma boa opção.

O exame completo do equino pode ser um pré-requisito exigido durante negociações de compra online de cavalos. Dentre os principais cuidados sanitários na hora de adquirir um cavalo de trabalho, estão:

  • Exigir o exame de anemia infecciosa equina. Não só para não adquirir um animal de baixa performance, como também para evitar o risco de contágio aos outros animais da tropa;
  • Vacinar o cavalo contra a raiva e o tétano. Mesmo que o proprietário anterior tenha garantido que isso já foi feito;
  • Observar o adestramento do cavalo de trabalho. O animal deve atender prontamente aos comandos do cavaleiro. Vale dizer que a doma de um cavalo de trabalho deve ser feita aos 3 anos e meio. Desse modo o animal terá saúde e mais longevidade;
  • Banho carrapaticida e vermifugação antes de entrar com o animal na fazenda.

Cuidados Básicos Para A Criação Do Cavalo De Trabalho

Cavalos na Pecuária

Por fim, alguns cuidados são essenciais para que sua tropa tenha seja mais saudável e para que você garanto o bem estar do animal que está lhe prestando um serviço. Confira!

Controle De Parasitas

Primeiramente, tenha cuidado com o Amblyoma Cajennense, que é um carrapato parasita de equinos. Esse carrapato troca de hospedeiro 3 vezes com espaços de 7 dias. Portanto, você deve dar banhos carrapaticidas com produtos piretróides a cada 7 dias, de maio a setembro. Por isso, é aconselhável banhar os animais ao amanhecer ou ao anoitecer para evitar o risco de intoxicação.

Além disso, a vermifugação deve ser feita na entrada e na saída das águas. Para tanto, use a ivermectina com outras bases. Como por exemplo, o praziquantel. Pois, ela não atinge os vermes chatos.

Cuidados Com o Casco dos Cavalos

Os cascos são o principal meio de trabalho dos cavalos. Por isso, é preciso ter alguns cuidados:

  • Limpeza diária e cuidados com o casto são importantes. Pois, são procedimentos que evitam a podridão dos cascos e rachaduras;
  • O uso de ferraduras é indicado como uma proteção extra aos cascos;
  • É preciso afastar cavalos que estejam mancando. Pelo menos até que o problema seja resolvido.
  • Trate as pisaduras e afaste o cavalo afetado até a cicatrização total;
  • As feridas nos cavalos devem ser curadas com repelente ou unguento. Principalmente, para evitar presença de moscas;
  • Escove e retire a poeira todos os dias. Além disso, é essencial proteger e lavar a pele no animal.

Nutrição

Contudo, tudo o que foi falado aqui precisa ser baseado em uma boa alimentação dos cavalos de trabalho. Com isso, temos bom rendimento e redução dos problemas de saúde.

  • Cuidado com desníveis no Ca/P do alimento causa reabsorção óssea. Isso causa um problema conhecido como cara inchada;
  • Use sal mineral específico para equinos. Pois, o animal perde muito sódio e potássio no suor, dobrando a necessidade de NaCl;
  • O cavalo é um animal que tem um apetite bastante seletivo e não come Braquiária (exceto a Braquiária do Brejo), portanto, não se iluda se sua propriedade tiver ótimas pastagens deste tipo;
  • Cuidado com silagens e cana, pois fermentam muito rápido, aumentando risco de cólica;
  • O fornecimento de ração pode ser necessário para que as necessidades energéticas sejam supridas.

Cavalos no Plano de Gestão da Fazenda

Depois de ver tudo isso, podemos afirmar. Os cavalos são uma parte importante na fazenda e merecem estar no plano de gestão da fazenda pecuária. Afinal, os cavalos de trabalho geram custos. Além disso, é preciso pensar em como utilizar o animal de forma sustentável.