Mercado do Boi! Preço da Carne na Pecuária Bovina

Mercado do Boi! Preço da Carne na Pecuária Bovina
Publicado em: BOVINOCULTURA CADEIA PRODUTIVA PECUÁRIA EXPORTAÇÃO DO GADO GADO DE CORTE PECUÁRIA DE CORTE

As oscilações no preço da carne bovina e na cotação do Boi Gordo são constantes e comuns. As causas podem ser diversas.

Desde a oferta de milho e de outros insumos agrícolas, altas e baixas do dólar, desvalorização do real frente outras moedas, variação da demanda até o clima e a situação dos pastos.

Todos estes são motivos para algumas variações no preço da carne bovina. Cada indicador econômico vai interferindo no preço e na intensidade de movimentação no mercado da bovinocultura brasileira.

Entender o que provoca essas alterações no preço da carne, sejam elas gradativas ou não, é  útil e necessário. Tanto para o produtor, que precisa se prevenir, quanto para o consumidor comum, que, nos últimos anos, vem se assustando ao passar em frente às gôndolas de carne bovina no supermercado.

O Preço Da Carne Designado Pela Demanda

[caption id="attachment_742" align="alignleft" width="300"]Demanda de Carne na Pecuária Brasileira Foto: Reprodução da Internet[/caption]

Os especialistas são claros ao dizer que o custo de produção da bovinocultura não precifica tanto o produto final (a carne) quanto a alta ou baixa na demanda, embora exista uma relação óbvia entre esses fatores que designam o preço final da carne que chega à mesa do brasileiro. E é exatamente a baixa demanda que está enfraquecendo a pecuária do Brasil nos últimos três anos.

O brasileiro ficou com medo de gastar e arrochou as contas para não passar por desconfortos financeiros diante da crise. Desde 2016, proteínas mais baratas, como a carne de frango e até o ovo tem tomado o lugar do bife no prato do cidadão preocupado.

E de fato ocorreu uma queda no poder aquisitivo da população do Brasil, em decorrência do desemprego. No entanto, foi a falta de confiança do consumidor na economia e principalmente na política - diante das inúmeras intempéries - que afetaram diretamente o consumo de carne.

Essa falta de demanda interferiu negativamente nos custos de produção. O mercado do Boi passou por algumas quedas em todos os seus setores em relação aos anos anteriores.

Uma Retrospectiva do Ano de 2017

Carne BovinaO ano de 2017 seguiu sendo um ano difícil para a pecuária brasileira. Assim como os dois anos anteriores. Um ano de várias quedas e crises. A baixa do consumo de carne bovina no varejo foi uma das principais queixas do produtor.

Os frigoríficos e varejistas negociaram os preço que mais se adequaram a nova situação financeira do brasileiro a fim de fazer com o consumidor não torcesse o nariz para o preço da carne.

O ano começou com uma queda em relação a 2016 e os produtores não tinham esperança de alta. O mercado do Boi gordo tentava seguir com tímidas movimentações o ano todo.

É importante dizer que as previsões dos analistas de mercado para a carne se mostraram corretas. Poucas expectativas de movimentações no mercado do Boi Gordo e baixas no mercado da carne eram esperadas e se concretizaram ao longo do ano.

O preço da arroba do Boi Gordo em Janeiro de 2017 estava em R$148,40 no embalo do final de 2016. Durante o ano esse preço foi caindo até chegar ao valor de 124,50 em julho. O valor mais baixo do ano. Essa queda representou uma baixa de 16,6% em relação ao preço que havia fechado o ano de 2016.

E este ano segue sendo fechado com o preço na média dos R$146,00. Uma baixa, que embora não seja surpreendente, foi desanimadora.

Expectativas Para Os Anos Seguintes

O que ainda conforta o produtor de carne bovina são as expectativas de aumento do consumo. Com a renda da população aumentando e o desemprego sendo gradativamente superado, é esperado um aumento significativo no consumo de carne para o final de 2018 e para todo o ano de 2019.

Existem ainda previsões de aumento da demanda por mão de obra tecnológica. As novas táticas para otimização do manejo na bovinocultura apresentam boas saídas para uma produção mais organizada, informatizada e ágil da pecuária moderna.