Protocolos reprodutivos e geração de dados sobre o gado: veja as vantagens

Protocolos reprodutivos e controle do rebanho
Publicado em: Agronegócio , Agropecuária , Cadeia Produtiva Pecuária , Gado de Corte , Gado de Leite , Gestão Rural , Inseminação Artificial , Reprodução Bovina ,

Na criação de bovinos, o controle do rebanho é fundamental. Quando falamos em reprodução, isso é ainda mais palpável. Afinal, o acompanhamento individualizado ou em grupo dos bovinos proporciona informações que você sempre precisará ter em mãos. 

Continue lendo para entender como o controle dos protocolos reprodutivos e a geração de dados sobre o rebanho será responsável por ótimos resultados na sua propriedade. 

Afinal, o que é um protocolo reprodutivo?

O protocolo reprodutivo é um documento/arquivo que contém procedimentos ligados à reprodução e que devem ser realizados em determinado espaço de tempo. Ou seja, funciona como um calendário reprodutivo para o gado. Datas são determinadas e existem atividades específicas para cada uma delas.

O processo de criação do protocolo reprodutivo varia conforme a técnica utilizada na reprodução bovina (IATF, IA, monta natural, etc.), assim como pode ser diferente a depender da finalidade do rebanho. Seja produção de carne, leite ou reposição de animais no rebanho. No entanto, não é apenas a escolha e implementação de um bom protocolo reprodutivo que irá garantir bons resultados. Ainda mais importante é o acompanhamento dos animais durante todo o processo de reprodução. 

As vantagens de bons protocolos reprodutivos do rebanho de bovinos

Nenhuma técnica, por si só, é capaz de garantir o sucesso de uma propriedade. Porém, com o acompanhamento contínuo é possível observar progressos ou falhas na produção. E a partir daí, conseguir determinar quais técnicas são melhores para a propriedade e quais apresentam os melhores resultados. 

Além disso, quando houver alguma falha, você poderá reavaliar todo o processo em busca da origem do erro, a fim de solucioná-lo. É justamente a partir do controle, por meio da criação de protocolos de reprodução, que você vai conseguir comparar os resultados do seu rebanho. Em outras palavras, controlar a reprodução através de protocolos reprodutivos irá ajudar você durante as tomadas de decisão e avaliação do desempenho do gado.

Mas, e sobre a geração de dados sobre o gado?

Você já ouviu falar sobre o termo “escrituração zootécnica”?. Bom, de forma geral, a escrituração zootécnica consiste na anotação de informações relacionadas à propriedade rural que possui atividade de exploração animal. De forma mais restrita, a escrituração consiste nas anotações de controle do rebanho, com fichas individuais por animal, registrando a genealogia, ocorrências e desempenho.

Isso é, basicamente, o que o otimizador de receitas da Fertili faz. Garante a geração de dados sobre a propriedade e sobre cada animal. Há muito tempo (e ainda hoje), isso era feito de forma manual, com as informações contidas em cadernos e armazenadas em arquivos físicos na propriedade. Porém, atualmente, proprietários modernos podem garantir uma escrituração informatizada, em que são utilizados programas como o App da Fertili e as informações são gravadas e armazenadas no computador ou celular.

Mas qual a importância desse registro?    

A importância do gerenciamento de protocolos reprodutivos e de um banco de dados sobre cada animal está diretamente relacionada com os resultados em lucratividade e produtividade da fazenda. 

Para alcançar seus objetivos enquanto produtor, você precisa conhecer bem os seus animais. Entender a dinâmica reprodutiva e sanitária de cada um e conhecer os índices de produtividade.

Confira essa lista com as principais informações necessárias para cada animal:

  • Data do nascimento;

  • Identificação do animal;

  • Pesagem - escore corporal; 

  • Ocorrência de enfermidades;

  • Medicamentos utilizados - tratamento e prevenção;

  • Ocorrência de cio;

  • Coberturas (monta natural) ;

  • Data de IA ou IATF, com identificação do reprodutor utilizado;

  • Confirmação da prenhez;

  • Previsão de secagem;

  • Data do parto;

  • Ocorrência de aborto;

  • Causa da morte;

  • Necessidade de descarte.

É a coleta desses dados que possibilita um melhor acompanhamento do rebanho e abastece sistemas de dados e protocolos reprodutivos. Quanto mais detalhas as anotações, maior será o benefício. 

Além de mais controle e resultado, mais uma vantagem

Como já vimos, controlar os protocolos reprodutivos e conhecer bem os animais apresenta diversas vantagens. Aqui vai mais uma. O controle e os dados podem agregar valor ao animal no momento de venda! Isso porque o animal é vendido com um “certificado” de histórico e desempenho com todas as informações levantadas desde o nascimento.

Além disso, a formação de protocolos reprodutivos e a formação de dados sobre o rebanho facilitam o manejo em geral, possibilitam a detecção precoce de problemas ocorrentes no rebanho, identificando os animais mais sensíveis e propensos às enfermidades.  No aspecto reprodutivo, a geração de dados e protocolos reprodutivos pode auxiliar na determinação de melhores épocas para práticas sanitárias e reprodutivas; na observação do histórico reprodutivo dos animais e identificação de animais mais produtivos

A Fertili tem uma solução para você

Ficou assustado com a quantidade de anotações e a relevância de cada uma delas para controlar melhor o seu rebanho? Acalme-se! A Fertili oferece o serviço de gerenciamento de propriedade e rebanhos! Ele dá acesso ao controle reprodutivo do rebanho direto no seu celular ou computador com monitoramento em tempo real, prontuários, gráficos e dados simples de ler. 

Com o app da Fertili, você permanece sempre conectado ao rebanho e garante controle da sua propriedade mesmo quando estiver offline! 

Clique aqui e conheça nosso app agora mesmo.