Raça Nelore: Produtividade E Identidade Nacional

Importância do Nelore na bovinocultura do Brasil
Publicado em: Agropecuária , Boi , Boi A Termo , Bovinocultura , Bovinos , Confinamento de Gado , Exportação do Gado , Gado de Corte , Gado de Leite , Melhoramento Genético , Nelore , Pecuária de Corte , Pecuária Leiteira , Raças Bovinas , Reprodução Bovina , Saúde Bovina , Vaca ,

A Raça Nelore é a raça mais valorizada na pecuária de corte do Brasil. Os bovinos de pelagem, geralmente, branco-acinzentada são famosos em todo território nacional pela grande capacidade produtiva.

Bovino da raça Nelore

Com um porte médio, uma carcaça muito favorável mercadologicamente e alta resistência ao calor e às doenças, esses bovinos se constituem como um grande patrimônio genético e econômico para a bovinocultura brasileira.

Os Nelores são animais oriundos da Índia ocidental. Eles correspondem aos Ongole indianos. Na Índia, por motivos religiosos, a carne dos bovinos não é consumida. Lá, os Ongole são mais utilizados na produção de leite.

A raça Indiana só chegou ao Brasil nos últimos anos do século 18. No entanto, foi a linhagem que mais se adaptou ao clima e à vegetação de um país tropical como o nosso por causa da sua rusticidade. Por esse mesmo motivo, os bovinos da raça Nelore também se difundiram por alguns países da América Latina. Porém, hoje o rebanho de Nelore representa mais de 80% dos bovinos que constituem a bovinocultura do Brasil.

Nelore É A Raça Da Pecuária de Corte do Brasil

Enquanto os indianos ficam com a produção de leite, no Brasil a raça Nelore é muito valorizada pelos pecuaristas exatamente por ser excelente na produção de carne. Criar gado Nelore é uma vantagem para o produtor que está nos ramos do corte.

Nelore na criação de gado de corte do Brasil

Além de possuir pouca gordura intramuscular, a carne de origem Nelore é mais saborosa. A gordura, que fica por cima das fibras de carne, pode ser retirada com facilidade. Esse fato simples, significa muito para o mercado alimentício em que o consumidor dita cada regra.

Por isso, as preferências do consumidor atual – que é uma carne bovina mais magra, mas que continue saborosa e macia – se ajustam muito bem à carne proveniente dessa raça.

Se existem vantagens para o consumidor, existem vantagens para o produtor. Uma dessas vantagens é a carcaça do bovino de origem Nelore, que é de extremamente aproveitável. Ela tem uma proporção favorável para o produtor. Pois, as partes que não são aproveitadas pela indústria alimentícia, como cabeça, patas e pele tem uma proporção menor em relação à carcaça de outras raças. E esse é um fator muito relevante, já que dá para aproveitar bastante do peso animal.

Criar Nelore É Uma Atividade Muito Brasileira

Todas as vantagens em criar os Nelore para a pecuária de corte podem ser ainda maiores com os Nelores Puros de Origem.  Principalmente, quando criados na forma extensiva, ou seja, criados soltos em pastos adequados.

Mas é importante a atenção dos criadores para o gerenciamento e bom aproveitamento da terra. Já que por muito tempo a pecuária brasileira perdeu em competitividade por conta da forte prática da pecuária extensiva, realizada com baixo aproveitamento do solo e dos hectares para pasto.

Hoje em dia, isso tem mudado graças às tecnologias digitais de gerenciamento de terra e de fazendas, mas também graças à pesquisas dedicadas ao melhoramento da pecuária nacional.

Identidade Nacional e Aproveitamento Maximizado do Gado Nelore

Raça Nelore na pecuária brasileiraOutra característica importante dos Nelores na pecuária brasileira é a do melhoramento genético. A raça Nelore é uma raça base nos cruzamentos com o intuito de melhoramento animal. Essa funcionalidade foi atribuída aos bovinos Nelores há mais de meio século.

A raça Nelore apresenta características excelentes para o criador (ver mais). Além da carne desses bovinos ser bem aceita no mercado, a resistências dos Nelores ao calor e aos parasitas comuns no Brasil facilita o controle de sanidade.

As tecnologias que valem a pena ser aplicadas na criação dessa raça tão prática e brasileira são os métodos relacionados ao melhoramento genético e seleção. Esse tipo de técnica auxilia no sentido de proporcionar mais precocidade para o abate, para assim, acelerar a produção. Mas também para desenvolver um melhor acabamento na carcaça, que já é bastante favorável.

O rebanho de Nelore do Brasil é, para além de toda a importância na pecuária, uma forma de identificar a criação de gado do país. Nelore já se tornou uma raça que identifica a pecuária brasileira. Mas, muito mais que formar uma identidade, ela também qualifica.  Graças à qualidade da carne e à capacidade dos brasileiros de lidar com essa raça, o agronegócio nacional tem a cada dia se destacado mais no mundo todo.