Raça Wagyu, o boi com a carne mais cara do mundo

Raça Wagyu, o boi com a carne mais cara do mundo
Publicado em: BOI GADO DE CORTE PECUÁRIA DE CORTE RAÇAS BOVINAS

A raça Wagyu é uma categoria japonesa conhecida em toda pecuária pelo alto nível de qualidade, marmoreio e maciez da carne. O gado Wagyu é o responsável pela famosa carne Kobe, ou Kobe Beef: uma das carnes mais nobres do mercado. Seu o preço pode passar de R$1000 o quilo.

O que faz a carne da raça Wagyu ser nobre?

Carne de Wagyu. Kobe Beef

O gado Wagyu é geneticamente privilegiado. Pois a raça tem muita facilidade para converter o alimento (pasto e ração) em músculos. Além disso, o Wagyu tem uma capacidade alta de deposição de gordura entre as fibras musculares. Por isso, o Kobe Beef possui um elevado nível de marmoreio, ou seja, bastante gordura entre as fibras. 

A gordura depositada entre as fibras proporciona maciez e sabor à carne. Assim, com apenas uma grelha e um pouco de sal, um pedaço dessa carne garante uma experiência única para quem a prova. 

A carne de Wagyu é saudável?

A carne de Wagyu é nutritiva e muito saudável apesar do alto nível de gordura. Diferentemente de outras raças que também possuem marmoreio, como a Angus, a carne de Wagyu tem um índice elevado de gorduras boas.

O Kobe beef tem uma concentração de ácidos graxos insaturados (oleico e linoleico) maior do que a de ácidos graxos saturados (palmítico). Isso significa que a carne tem uma concentração maior do colesterol bom: o HDL (lipoproteína de alta densidade).

Qualidades reprodutivas da raça

A precocidade é a primeira qualidade produtiva desse gado. Tanto os machos quanto as fêmeas conseguem atingir a idade sexual mais precocemente do que bovinos de raças zebu e europeias. 

Além disso, as vacas e os touros da raça tem uma libido muito alta. Ou seja, o Wagyu tem um bom apetite sexual, o que é essencial para a eficiência reprodutiva do gado.

A circunferência escrotal é inferior à de raças europeias, como o Angus, mas ainda assim esses bovinos tem boa produção de espermatozoides.

Por fim, uma última qualidade reprodutiva de alto valor dos bovinos  Wagyu é o parto fácil. As novilhas da raça, quando prenhes, apresentam bom desenvolvimento de cria e raramente apresentam problemas com partos distócicos. Por isso, esses animais são estudados em várias partes do mundo com o intuito de melhoramento genético e aperfeiçoamento da pecuária de corte.   

É possível criar Wagyu no Brasil?

Criação de Wagyu no Brasil

O gado Wagyu chegou ao Brasil há mais de 50 anos e seu desenvolvimento por aqui, apesar de pouco expressivo, é possível. Esses bovinos japoneses e altamente produtivos foram introduzidos, principalmente em São Paulo, onde foram realizados cruzamentos da raça japonesa com nelores.

Estados brasileiros criadores de bovinos Wagyu

Há criadores em vários estados do país. O rebanho brasileiro de Wagyu ainda é tímido, contendo cerca de 7 mil cabeças no Brasil. Segundo a Associação Brasileira de Criadores de Wagyu, menos de 5 mil animais certificados já foram abatidos em terras brasileiras, o que é um número até expressivo já que apenas 44 criadores fazem parte da associação.

A criação de Wagyu no Brasil se espalhou em pequenos rebanhos pelos seguintes estados:

  • Bahia;
  • Mato Grosso;
  • Mato Grosso do Sul;
  • Tocantins;
  • Santa Catarina; 
  • Rio Grande do Sul;
  • Pernambuco. 

Ou seja, com toda a diversidade de climas das regiões do Brasil, é sim possível criar rebanho de Wagyus. A raça, apesar de cara e muito famosa, não exige manejo complicado, se adapta bem e possui várias qualidades. Um dos aspectos mais importantes a salientar é que os rebanhos Wagyu estão acostumados ao manejo anti-estresse. Isso é importante para o bem estar dos bovinos de todas as raças.

Boas raças bovinas para bons pecuaristas

Pecuaristas inteligentes conseguem fazer boa pecuária com qualquer raça. O importante é sempre se atentar à gestão pecuária e à adoção das práticas certas de criação e manejo. Como vimos, o gado Wagyu é eficiente em uma pecuária bem especializada e nichada. A pecuária de corte, focada no mercado de melhoramento genético do gado de carne nobre.

Para lidar com uma pecuária assim é importante ter o conhecimento e técnicas mais atuais. Se você quer ser esse pecuarista mais especializado e que faz uma pecuária intensificada, acesse o TREINAMENTO GRATUITO DA METODOLOGIA 360 e inicie esse processo agora mesmo.